MENSAGEM DE LÍDER DO SACERDÓCIO LOCAL

    Desenvolver Espiritualmente

    MARATHON RUNNERS

    'Desenvolver o espiritual deve ser uma busca vitalícia por todos nós que nos esforçamos para manter um relacionamento significativo e constante com nosso Pai Celestial.'

    Em seu discurso, em outubro de 1985, o Presidente Dallin H. Oaks lembrou-nos que os membros fiéis da Igreja têm uma maneira distinta de encarar a vida. Ele acrescentou que eles veem a vida em termos da eternidade[i]. Isto é assim porque eles sentem-se mais próximos do nosso Pai Celestial e são sempre guiados pelo Espírito. Esta maneira de ver a vida resulta do crescimento espiritual alcançado através do trabalho árduo por um longo período. Gostaria de demonstrar como esse princípio funciona com o que aprendi em um programa de treinamento para uma maratona. Mostrarei então, que o mesmo princípio funciona no desenvolvimento da espiritualidade.

    Em 2002, decidi participar em maratonas. Desde então, corri em mais de cinquenta maratonas (42.2 km) e ultra-maratonas (mais de 42.2 km). A mais longa foi a Maratona dos Camaradas (“Comrades Marathon” de 90km). Com o tempo, aprendi que a consistência no meu treinamento faz a diferença.

    Nove semanas antes do dia da corrida, eu sigo o seguinte programa semanal: segunda-feira uma corrida de 10 km no rítmo da maratona (6 minutos por km). Terça-feira é o treino de velocidade, composto por 8 km em menos de 40 minutos. Quarta-feira é o trabalho de colina. Começo com um aquecimento de 2 km, seguido de uma subida e descida de uma colina de 500 metros. Quinta-feira é uma corrida fácil de 10km, muito mais lenta que a corrida de 10km de segunda-feira, durando 1 hora e 10 minutos. Sexta-feira é outra corrida fácil ou então recupera-se o atraso em qualquer treinamento que não tenha sido feito durante a semana. O sábado é uma corrida lenta de 2 a 3 horas, com o objetivo de aumentar a resistência. Domingo é um dia de descanso – um elemento importante do treinamento. Também lembro-me de guardar o Dia do Senhor, pois, se obedeço com exatidão, tenho a garantia de completar qualquer maratona dentro de um tempo determinado. Eu uso o mesmo programa para a maratona padrão e as ultra-maratonas.

    Essas atividades diárias e semanais funcionam conjuntamente. Se uma delas não for feita, minha corrida será afetada. Por exemplo, o trabalho de velocidade me ajuda a terminar dentro do tempo alocado, mas se não fizer as minhas corridas de longa distância no sábado, não teria a resistência necessária. A velocidade pode estar no ponto certo, mas eu não chegarei lá. Se o treinamento em montanhas não for feito, não terminarei a tempo porque andaria nas colinas em vez de correr.

    MARATONA ESPIRITUAL

    O desenvolvimento da espiritualidade usa os mesmos princípios ilustrados em minha maratona: o princípio da consistência entre as atividades interativas. O Senhor tem um padrão estabelecido para o desenvolvimento espiritual. Já tive momentos em minha vida em que me senti muito mais próximo do Pai Celestial do que em outras ocasiões. Quando estou mais perto do Senhor é porque fiz certas coisas com consistência. Ao estudar a vida de Jesus Cristo e nossos líderes da Igreja, noto elementos comuns em suas práticas diárias que trouxeram crescimento espiritual neles.

    Participação com Propósito na Reunião Sacramental: O sacramento aproxima-nos da Expiação de Jesus Cristo. Nos lembra de quem é Cristo e nossa dependência Dele. Não é de admirar que, recentemente, muita ênfase tenha sido dada a este assunto pelos líderes da Igreja.

    Estudo Diário das Escrituras: Ajuda-nos a ouvir a voz do Senhor encorajando-nos a fazer escolhas certas.

    Oração Diária: Ensina-nos a ser humildes quando nos ajoelhamos para agradecer e pedir ao Senhor. Essa dependência torna-se forte à medida que nossa espiritualidade continua a crescer.

    Atos de Serviço: O rei Benjamim, um profeta do Livro de Mórmon, ensinou: “... quando estiverdes a serviço de vossos semelhantes, estais somente a serviço de seu Deus”.[ii] Todo membro adulto da Igreja tem muitas oportunidades para prestar serviço.

    O Trabalho de Ministrar: Dá a cada membro uma oportunidade de servir. Fazer parte de uma família apresenta-nos chances reais de aprender a servir. O desenvolvimento da espiritualidade se alinha com a quantidade de conhecimento que alguém possui.

    Estudo Formalizado do Evangelho: Ajuda-nos a aprender de forma estruturada. Para aqueles que estão entre as idades de 14 e 30 anos, eu incluiria a participação nas aulas semanais do seminário e do instituto. Nessas aulas, ouvimos testemunhos de colegas e somos chamados a ensinar – o que proporciona apoio adicional.

    O Presidente Dallin H. Oaks concorda com alguns elementos identificados acima quando disse: “Sabemos que as principais fontes de alimento espiritual são: oração, estudo das escrituras, participação em reuniões inspiradoras, canto de hinos, serviço em nossos chamados, jejum, participação no sacramento e fazendo outros convênios.”[iii] 

    Como o meu programa de treinamento de maratona, que é deliberada para ajudar-me a completar uma maratona, essas atividades espirituais inter-relacionadas ajudam a desenvolver a espiritualidade. Para alcançar os resultados desejados, consistência é necessária. Leva tempo para desenvolver a espiritualidade. O Presidente Howard W. Hunter observou: “Não é fácil desenvolver a espiritualidade e colocar-nos em sintonia com as mais elevadas influências da divindade. Isso leva tempo e, frequentemente, envolve grande esforço. Não acontece por acaso, mas isso só ocorre depois de dedicação deliberada, oração fervorosa a Deus e obediência a Seus mandamentos.”[iv]

    Desenvolver o espiritual deve ser uma busca vitalícia por todos nós que nos esforçamos para manter um relacionamento significativo e constante com nosso Pai Celestial.    

    [i] Dallin H. Oaks; Espiritualidade, Ensign, outubro de 1985

    [ii] Mosias 2:17

    [iii] Dallin H. Oaks; Nutrição Espiritual, Ensign, Dezembro de 1988, pág. 7-13

    [iv] Howard W. Hunter; Desenvolver Espiritualidade, Ensign, april de 1979